Prefeitura Municipal de Jaciara Servidoras municipais defendem pesquisa de mestrado e são homenageadas pela secretaria de Saúde - Prefeitura Municipal de Jaciara

Fale conosco

(66) 3461-7900

Saúde


Servidoras municipais defendem pesquisa de mestrado e são homenageadas pela secretaria de Saúde

Jaciara, 12 de dezembro de 2019

Foto: Divulgação / Reprodução

A Secretaria Municipal de Saúde de Jaciara prestou uma simples e significativa homenagem a duas servidoras que atuam na pasta, pelos bons trabalhos prestados ao município e principalmente pelas últimas conquistas das enfermeiras Mari Rose de Oliveira e Tais Cangani, as quais concluíram pesquisas de mestrado em duas áreas importantes para a Saúde Pública.

A pesquisa realizada pela enfermeira Mari Rose de Oliveira, em parceria com três universidades - UNIC, UFMT e UNEMAT - foi sobre a Diversidade Genética do Mosquisto Aedes aegypti em mais de 400 exemplares do inseto de diversos municípios do estado, estudo inédito em Mato Grosso para que todos tenham conhecimento e saibam quais são as formas efetivas de se realizar o controle desse vetor.

“O objetivo foi analisar a variabilidade genética nos mosquitos como forma de expandir o conhecimento sobre a espécie para subsidiar medidas de controles ao vetor. Sabemos que ele é o causador de quatro arboviroses, são elas :dengue, zika vírus, chicungunya e a febre amarela. Entendo o perfil genético é onde podemos intervir e indicar formas de tratamentos mais eficazes”, ressaltou Rose.

O Aedes aegypti é um problema de Saúde Pública, em função dessas doenças que ele causa muitas pessoas têm perdido suas vidas. Como forma de buscar meios de prevenção e ofertar mais informações sobre o mosquito foi estudado o perfil genético  o que levou suas modificações, efeito fundador, a deriva genética, o valor adaptativo e a especiação alopática.

Já a enfermeira Tais Cangani traçou o perfil sócio-demográfico ambiental e alguns fatores de associação de agrotóxico em trabalhadores rurais com o objetivo de auxiliar na prevenção de possíveis doenças que podem acometer trabalhadores que são expostos agentes carcinogênicos .

“O objetivo da minha pesquisa foi caracterizar o comportamento sócio-demográfico e ambientais, avaliando as características ambientais, o histórico ocupacional e as doenças dos trabalhadores  rurais, doenças prévias e que eles foram acometidos na época da pesquisa”, explicou Tais.

Identificar as principais características  do grupo, como escolaridade, uso especifico de agrotóxico, tipo de plantações e históricos de doenças desses trabalhadores, tempo de exposição e surgimento de comorbidade.

“Aqui na nossa região sabemos que a economia é a base do agronegócio, nós temos a usina, plantação de cana que utiliza muito agrotóxico, plantações de hortaliças de agricultura familiar que pela nossa pesquisa foi observado que a quantidade de agrotóxico é bem maior que uma plantação grande”, concluiu.

Publicado em 12/12/2019

Fonte: Assessoria de Imprensa PMJ


Últimas Notícias

2020 © Portal Oficial da Prefeitura Municipal de Jaciara - Mato Grosso - CEP: 78820-000