Fale conosco

(66) 3461-7900

Ouvidoria Municipal

(66) 3461-7900


Assistência Social


Auxílio Emergencial vai beneficiar 100 mil famílias em Mato Grosso

O recurso será disponibilizado às famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) e pessoas assistidas pelo Bolsa Família

Foto: Fablicio Rodrigues

A prefeita de Jaciara, Andréia Wagner (PSB), participou do lançamento do auxílio Ser Família Emergencial, realizado no Palácio Paiaguás, na tarde desta terça-feira (16). O objetivo do programa é atender famílias em extrema vulnerabilidade social, em Mato Grosso. Cerca de 100 mil famílias serão alcanças por meio da transferência de renda no valor de R$ 150, por um período de três meses.  Serão investidos R$ 45 milhões, sendo R$ 35 milhões da fonte 100 do Executivo estadual e R$ 10 milhões de uma economia feita pela Assembleia Legislativa, totalizando R$ 45 milhões.

Segundo a gestora, embora o valor seja pequeno fará a diferença na vida de milhares de pessoas que não possuem renda e que foram diretamente afetadas pela pandemia do coronavírus. “Não tenho dúvidas de que o auxílio fará diferença na vida daqueles que não tem nada para comer em casa. O Governo do estado atuou de forma rápida e a parceria com a Assembleia Legislativa, mostra a união que precisamos manter nesse momento tão difícil”, avaliou Andréia.

“Inicialmente esse programa terá a duração de três meses, mas podemos estendê-lo. Para alguns, que tem muito, isso pode ser pouco. Mas tem gente que não tem R$ 150 para colocar comida dentro de casa. Bem aventurados são aqueles que podem ajudar. Então, que bom que podemos e estamos ajudando”, acrescentou o governador Mauro Mendes.

Essa medida atende o pedido da primeira-dama, Virgínia Mendes que trabalha em  ações voltadas aos menos favorecidos, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social (Setacs). “Uma mãe e um pai suportam tudo, menos ver um filho passando fome. E aqui em Mato Grosso temos muita gente nessa situação. Eu vim de família pobre, não passei fome, mas presenciei muitas pessoas passando fome ao meu lado. Então, a minha missão com Deus e o que me faz realizada hoje é poder ajudar as pessoas”, declarou a primeira-dama.

O suporte financeiro às famílias em extrema pobreza, faz parte do programa social “Ser Família”, lançado em dezembro de 2020, antes conhecido como ‘Pró-Família. Além do auxílio, o programa irá atender nessa primeira etapa de 2021, 23 municípios o que representa 5,5 mil cartões no valor de 120. A ação contempla idosos, crianças, pessoas com deficiência e mulheres vítimas de violência.

Segundo o presidente da Assembleia, deputado Max Russi (PSB) o projeto de lei que regulamenta o pagamento do auxílio será votado nesta terça-feira (17), em 1ª e 2ª votação, em caráter de urgência, para que seja sancionado o mais rápido possível. “Eu eu tenho certeza que este é o maior programa nacional de assistência social. A Assembleia Legislativa se sente muito feliz em ser parceira deste projeto, que já devemos votar nesta terça. Eu não tenho dúvidas, terá a aprovação de todos os deputados estaduais”, ressaltou Russi.

Os cartões serão distribuídos pela Setacs e para que as famílias tenham direito do benefício devem estar devidamente inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do Ministério da Cidadania. O programa alcançará, também, as pessoas assistidas pelo Bolsa Família. “Nós vivemos em um estado muito rico, mas que tem nele uma parcela significativa da população em extrema pobreza. Fizemos um filtro no Cadastro Único, estamos falando de pessoas que recebem até R$ 89 per capita”, alertou a secretária da pasta, Rosamaria Carvalho.

Em Mato Grosso, conforme a Setacs, existem 389 mil pessoas, abaixo da linha da pobreza. O que significa que 132 mil famílias se encontram em vulnerabilidade econômica. Vale ressaltar que, desse total, 100 mil serão contempladas com o auxílio emergencial e, outras 32 mil serão contempladas por outros programas do Ser Família.

Publicado em 17/03/2021

Fonte: ASCOM/2021



Últimas Notícias

2021 © Prefeitura Municipal de Jaciara - Mato Grosso - CEP: 78820-000