Fale conosco

(66) 3461-7900

Ouvidoria Municipal

(66) 3461-7900


Educação


Sucesso na nova temporada, Coração de Pano encerrará sábado com apresentação aberta para comunidade

Drama, Comédia, Suspense e Romance são os gêneros que irão prender você do inicio ao fim da nova adaptação do espetáculo ‘Coração de Pano’, o qual nesta segunda edição já é sucesso de público e boas críticas, assistida por mais de 2.500 alunos das escolas da rede pública e privada de ensino. A última apresentação será neste sábado (07), às 19 horas, gratuita e aberta para toda a comunidade.

A nova temporada que estreou no último dia 4 com apresentações nos períodos matutino e vespertino está mais emocionante e seus atores com o texto na ponta da língua e interpretação impecável, sem esquecer de citar a afinação de todos os envolvidos no espetáculo, produção, cenário, iluminação, efeitos sonoros, figurino, equipe invisível da coxia responsável pelas trocas de cenas, tudo em perfeita sintonia.

As escolas que já passaram pelo Centro de Eventos para assistir Coração de Pano são: Francisco Soares, São Francisco, Magda Ivana, Maria Vilany,  Santa Rosa, Milton Ferreira da Costa, Arthur Ramos, Pestalozzi, Novo Santo Antonio, Antônio Ferreira da Costa, Celestino Correia da Costa, Albert Einstein, Dom Bosco e Irma Miguelina Corso. Sábado a peça será aberta a toda comunidade.

O espetáculo Coração de Pano podemos afirmar que abre o calendário cultural com chaves de ouro. A realização é da Prefeitura de Jaciara através da Secretaria Municipal de Educação/ Diretoria de Cultura/ Cia Municipal de Artes 'Armando Ferreira Milhão

A HISTÓRIA

A peça conta a história de Dona Dulce mulher simples que trabalha em casa lavando e passando para famílias ricas, as voltas com seu trabalho Dona Dulce vive com sua filha Maria das Graças que não aceita a condição social em que vivem, admite ter vergonha de ser filha de uma lavadeira, e ambiciosa mente para todos dizendo que sua mãe já morreu e que na verdade mora com uma tia muito rica, para isso Maria das Graças, que odeia o seu nome, esconde sua origem e diz se chamar Mary Grace, mas essa história promete muitas surpresas e emoções.

“Em contraponto teremos uma família bem sucedida tendo como Vivian Albuquerque e sua filha Isabella vivendo o outro lado da moeda, os destinos dessas duas famílias vão se cruzar provocando uma catarse para o desfecho da história” adianta o autor do texto e diretor, Vinícius Moura.

Só quem assistiu pode relatar as boas risadas que o público dá com a figura da empregada Dandara e sua filha Xandrielly, a qual também nega suas origens e tenta se passar por gringa, falsificando sua identidade, quando na verdade mãe e filha são duas nordestinas arretadas, e claro.

Um outro gênero das artes cênicas, seria um dos mais instigantes, o suspense, é um acidente que transformar a vida dos protagonistas da história por um período, sendo o momento divisor da história. A partir daí o melodrama fica por conta da trama romântica que caminha lado a lado com o enredo dorsal.

A texto traz uma reflexão sobre a base de uma sociedade estruturada, a família, seja ela da maneira como for instituída, a trama dobra-se em cima do mote do “ter” ou “ser”, alertando crianças e adolescentes que os valores que nos são passados dentro de casa devem permanecer em nós.

Publicado em 05/05/2016

Fonte: Márcio Fidélis/ Assessoria de Imprensa


Galeria de Fotos

Clique na Imagem para Ampliar!

Últimas Notícias

2021 © Prefeitura Municipal de Jaciara - Mato Grosso - CEP: 78820-000