Prefeitura Municipal de Jaciara Protocolo de avaliação e classificação de risco de pacientes é implantado no Hospital Municipal - Prefeitura Municipal de Jaciara

Fale conosco

(66) 3461-7900

Saúde


Protocolo de avaliação e classificação de risco de pacientes é implantado no Hospital Municipal

Jaciara, 09 de julho de 2019

Foto: Divulgação / Reprodução

Vermelho, laranja, amarelo, verde e azul. Cada uma dessas cores representa uma gravidade clínica no Protocolo de Manchester, que é o novo sistema de triagem implantado no Hospital Municipal de Jaciara para classificar o risco, avaliar e identificar os pacientes que necessitem de atendimento prioritário.  
O diretor administrativo do HMJ, enfermeiro Fabrício Fabian, enfatiza que o Pronto Atendimento do Hospital Municipal de Jaciara é destinado para situações de urgência e emergência e que as consultas e atendimentos eletivos e ambulatoriais devem ser  realizados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), ou seja, nos PSF´s. Atualmente 80% dos casos atendidos no Pronto Atendimento deveriam ser realizados nas Unidades Básicas de Saúde, assim teríamos como assegurar o melhor atendimento aos pacientes que realmente precisam do Pronto Atendimento.
 “Com a implantação do protocolo de Manchester a triagem será mais precisa trazendo mais agilidade a esses pacientes de urgência e emergência, direcionando as prioridades de atendimento. Esse protocolo é uma importante ferramenta, utilizada por hospitais públicos, clínicas privadas, UPA´s, prontos socorros, polínicas, dentre outras unidades, no Brasil e outros países”, frisou o diretor.
Fabrício explica que ao chegar no Hospital Municipal de Jaciara o paciente que faz entrada pela recepção passa pela triagem para em seguida ser feita a classificação com a cor que representa a situação de risco e nesta pré-avaliação a enfermeira responsável faz a pesagem, afere a pressão arterial, caso necessite é feito o teste de glicemia, mede-se a circunferência abdominal. Se o paciente já passou pela unidade também é analisado o histórico que consta no sistema.
Após a triagem, o paciente terá a sua classificação representada por uma das cinco cores estabelecidas no protocolo de Manchester e retorna à recepção para aguardar o médico chamar a sua vez, que pode ser acompanhado por um televisor, interligado diretamente com o consultório do médico.
 
Tempo de espera
O paciente é classificado com a cor vermelha quando a situação é emergente e deve ser atendido imediatamente. Na cor laranja, como caso muito urgente, o atendimento deve ser em 10 minutos. A cor amarela é para atendimento urgente até 60 minutos. Já a cor verde é pouco urgente e a espera pode chegar até duas horas. E por fim, a cor azul como não urgente o atendimento poderá ser feito em até 4 horas. 
 
Entenda cada cor da classificação de risco:
VERMELHA: Emergência. Será atendido imediatamente na sala de emergência. Casos como: Parada Cardíaca; AVC- Acidente Vascular Encefálico; Emergências Hipertensivas; EAP- Edema Aguda de Pulmão; Engasgo com broncoaspiração; Choques circulatórios; Choque Elétrico com perda de consciência; IAM- Infarto Agudo do Miocárdio.
LARANJA: Muito urgente. Prioridade de atendimento em até 10 minutos e sobre os pacientes classificados como amarelo, verde e azul. Casos como: Crise Convulsiva; Febre alta em crianças; Dor severa; Surto Psicótico com tentativa de suicídio; Gestante com sangramento ou sangramento agudo; Urgência Hipertensiva grave; Crise asmática grave.
AMARELA: Urgência. Será atendido com prioridade sobre os pacientes classificados como verde, no consultório ou leito da sala de observação. Casos como: Crise asmática leve a moderada; Febre sem complicações; Crise de Pânico; Infecções Orofaciais Disseminadas; Hemorragias; Suspeita de Violência; Crise de Enxaqueca; Dor torácica; Lombalgia Moderada a intensa; Urgência Hipertensiva; Mordedura de animais.
VERDE: Sem risco de morte imediata. Somente será atendido após todos os pacientes classificados como vermelho e amarelo. Casos como: Dor a esclarecer; Lombalgia leve; Pele: Erisipela, Catapora e Herpes Zoster; Febre Baixa (38ºC); Dor crônica com piora recente; Urticária
Azul: Não Urgente. Quadro crônico sem sofrimento agudo ou caso social, deverá ser preferencialmente encaminhado para atendimento em Unidade Básica de Saúde ou atendido pelo Serviço Social. Casos como: Verificar Pressão e glicemia; Saúde Mental; Suspeita de ISTs; Queixas sem alterações agudas; Curativos; Troca de Sondas; Atendimento de Urgências clínicas leves; conjuntivite; ardência ao urinar; tosse sem febre; febre baixa (38ºC); afecções leves.

Publicado em 09/07/2019

Fonte: ASCOM/PMJ

Galeria de Fotos

Clique na Imagem para Ampliar!

Últimas Notícias

2019 © Portal Oficial da Prefeitura Municipal de Jaciara - Mato Grosso - CEP: 78820-000